Basta da política antiambiental do governo federal

Hoje, 5 de junho, é o Dia Mundial do Meio Ambiente. No Brasil, nada a comemorar. Até meados de maio, o governo já havia liberado 150 novos registros de agrotóxicos no país. Desses, 118 foram liberados no período da quarentena. A lógica do “passa a boiada”. Esta que, aliás, chocou a nação ao ter sido exposta pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, na famosa reunião ministerial do dia 22 de abril (coincidentemente, data que marca o descobrimento do Brasil).

Continue lendo aqui.