Eleições nacionais do Sinpaf
Decisão da Justiça é aguardada para o dia 23

Está prevista para a próxima quinta-feira, 23, a decisão do juiz do Trabalho da 2ª Vara de Brasília, Raul Gualberto Fernandes Kasper de Amorim, em relação ao resultado das eleições para a Diretoria Nacional do Sinpaf. A ação na Justiça foi uma iniciativa da Chapa 1 Raízes, que questiona os critérios utilizados pela Comissão Eleitoral Central para a impugnação de urnas.


As eleições nacionais no Sinpaf ocorreram nos dias 18 e 19 de setembro do ano passado. Três chapas se inscreveram para participar do pleito. Uma delas, a Chapa 3, foi impugnada. A CEC divulgou a ata do resultado apenas no dia 27 de setembro, apontando a Chapa 2 como vencedora. A Chapa 1 Raízes questionou o resultado divulgado, uma vez que foram impugnadas dez urnas, alterando profundamente o resultado final, e entrou com recurso.


A CEC manteve sua decisão e o questionamento da Chapa 1 Raízes, em relação aos critérios para decidir pela impugnação das urnas, foi levado à Justiça. Houve três audiências  (em 18/1025/10 e 14/11). Conforme a ata da última audiência, realizada em 14 de novembro, a decisão final está sendo esperada para a próxima semana.

Acesse aqui a edição 81 do Curupira Expresso.