PDI
Representante das(os) trabalhadoras(es) no Consad defende ampliação do prazo para análise e sugestões

Curto espaço de tempo para analisar o PDI e o descompasso de prazos entre a data limite para o Sinpaf se manifestar em relação à proposta (que é hoje, sexta-feira, 5) e a reunião dos conselheiros (que aconteceu ontem, quinta-feira, 4) foram alguns dos argumentos apresentados pelo representante das(os) trabalhadoras(es) na reunião do Conselho de Administração da Embrapa (Consad).

Antonio Maciel Botelho Machado citou ainda aspectos da proposta considerados problemáticos. Um deles é com relação à insegurança jurídica no que diz respeito à possibilidade da Embrapa, unilateralmente, interromper o processo de PDI. Outros pontos levantados pelo representante, que recebeu os questionamentos da categoria à proposta de PDI, foram em relação à reposição das vagas e o longo prazo para pagamento dos valores para quem aderir ao Plano, que é de 36 meses, dentre outros.

O Consad decidiu pela ampliação do prazo, para permitir uma análise mais aprofundada por parte das(os) trabalhadoras(es).