Categoria: DESTAQUE

Curupira Expresso nº 93

Apesar da fala desastrosa do presidente, cuidados precisam ser redobrados e mantidos O verdadeiro espetáculo de horrores comandado pelo presidente da República e sua equipe econômica deixa mais evidente, a cada dia, a irresponsabilidade e a desumanidade desse desgoverno. Além de editar uma Medida Provisória que claramente prejudica as(os) trabalhadoras(es),  a MP nº 197/2020, como uma das ações de enfrentamento à crise, o governo quer o corte de 25% do salário dos servidores públicos federais. Todo o ônus fica para a classe trabalhadora. Ao mesmo tempo em que se exige esse “esforço” da população, Bolsonaro ainda faz um verdadeiro desserviço à nação...

Read More

NOTA DA DIRETORIA – Diretoria da SSCJ do Sinpaf defende adoção de medidas efetivas para enfrentar a crise

A diretoria da Seção Sindical Campinas e Jaguariúna do Sinpaf repudia veementemente as medidas do governo federal que pretensamente seriam para combater a pandemia provocada pelo novo coronavírus. Na realidade, elas irão agravar a situação e provocar o caos social. A Covid-19 não é uma “gripezinha” e a responsabilidade do governo é enfrentar a gravidade da situação com a devida seriedade e comprometimento com o país e sua população, com o intuito de amenizar os terríveis danos projetados por especialistas de diversas áreas, principalmente da saúde pública e da economia. Enquanto presidentes de outros países estão revendo os preceitos...

Read More

Saiba como fica o desconto do INSS no salário após a reforma da previdência

Com a reforma da Previdência aprovada no governo Bolsonaro, mudam os valores descontados dos salários dos trabalhadores brasileiros como contribuição ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A partir de março, as regras novas entram em vigor por completo. O desconto, que variava entre 8% e 11% do salário, agora vai de 7,5% a 14% para o setor privado e empregados públicos, e chega a 22% entre servidores públicos. Veja as novas taxas: • 7,5% até um salário mínimo (R$ 1.039,00); • 9% para quem ganha entre R$ 1.039,01 R$ e 2.089,60. • 12% para quem ganha entre R$...

Read More