Autor: Comunicação

Fórum Social Mundial chega ao fim propondo alternativas aos retrocessos democráticos

Por Lilian Campelo, Brasil de Fato A 13ª edição do Fórum Social Mundial (FSM), realizada em Salvador (BA), chegou ao fim neste sábado (17). Durante cinco dias, a programação contou com marchas, atos, assembleias e debates para a construção de resistências aos retrocessos democráticos. De acordo com a assessoria de comunicação do Fórum, foram realizadas 1500 atividades durante o evento. Na avaliação de Jussara Santana, da Coordenação de Entidades Negras (Conen), a inserção e o debate de temas relacionados ao povo negro foram de grande substância. “A nossa avaliação enquanto movimento negro é positiva porque nós tivemos 80% dos trabalhos escritos,...

Read More

Como o agronegócio está exportando a água do Brasil

Produtos como soja, café, algodão, açúcar e carne bovina, enviam para o exterior mais de 112 trilhões de litros de água doce, utilizada na produção das commodities O capital, sobretudo internacional, há anos tem se interessado por um dos maiores recursos naturais que despomos em nosso território: a água. Do ponto de vista estratégico, esse é um dos elementos fundamentais que garantem nossa soberania, no entanto, a cada ano que passa, observamos a ganância das multinacionais, se apropriando deste bem natural tão importante pra vida. Segundo dados da Unesco, por ano, o Brasil envia para o exterior aproximadamente 112...

Read More

Moção de repúdio à repressão sindical

O Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas repudia toda forma de assédio, ameaça, intimidação, censura ou perseguição a empregados e/ou entidades representativas de empresas públicas que manifestem posição ou opinião diferentes da posição oficial adotada pela administração e/ou governo. A liberdade de expressão é garantida pela Constituição Federal e valor democrático fundamental. A pluralidade de visões e a diversidade de opiniões, também no âmbito das empresas, enriquecem o debate e são importantes para o próprio aperfeiçoamento das instituições. Apoiamos os empregados da Embrapa perseguidos e demitidos injustamente; o presidente da AFBNDES, que está sendo processado pelo Comitê de Ética do banco; os empregados da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), assediados por terem opiniões diferentes da direção, e todos os empregados de empresas públicas que estejam passando por esse tipo de situação. A adoção de uma gestão autocrática utilizando o Código de Ética no BNDES e na Embrapa, e do Código de Conduta na EBC – contra ações resultantes de atividades sindicais e do exercício da crítica cotidiana – é um precedente perigoso para todos os trabalhadores de empresas públicas. A instituição de regramentos por intermédio de códigos deveria ocorrer para disciplinar as relações interpessoais e a postura profissional ajustada à boa convivência, estabelecendo limites aos direitos e às obrigações dos trabalhadores. No entanto, esses instrumentos estão sendo usados para fundar uma nova ditadura, inclusive adotando a delação de...

Read More

MANIFESTO DO FÓRUM NACIONAL EM DEFESA DA EMBRAPA PÚBLICA E DEMOCRÁTICA

O Brasil está vivendo um momento extremamente grave, com retrocessos históricos para o povo brasileiro. Mais uma vez, as elites trazem como solução para a atual crise, que elas mesmas criaram, a retirada de direitos da classe trabalhadora e o desmonte dos serviços públicos, nada se falando a respeito da chamada dívida pública e da concentração da riqueza. Seguindo fielmente a determinação neoliberal do governo federal golpista, a diretoria da Embrapa está trabalhando na chamada reestruturação da empresa, respaldada na Lei das Estatais (13.303-2016), no Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação (13.243-2016), na Emenda Constitucional referente ao Teto de Gastos (EC nº 85), na Terceirização Plena (Lei 13.429-2017) e na Reforma Trabalhista (Lei 13.467-2017). Não satisfeita, ainda está tentando criar um braço comercial, a subsidiária EmbrapaTec, conforme PL 5.243-2016 que, caso aprovado, será o instrumento para viabilizar a implementação da lógica privatista em relação à geração e a apropriação do conhecimento e das tecnologias desenvolvidas pela empresa em favor exclusivo do agronegócio e das grandes transnacionais do sistema agroalimentar. Na luta para reverter essa grave situação da Embrapa, realizou-se dia 23 de fevereiro de 2018, na ADunicamp, em Campinas-SP, o Fórum Nacional em Defesa da Embrapa Pública: da Embrapa que temos à Embrapa que queremos. O evento foi uma iniciativa da Seção Sindical Campinas e Jaguariúna do Sinpaf, em parceria com o Movimento pela Ciência e Tecnologia Pública...

Read More